Home
Introdução
Artigos
Avivamento
Curiosidades
Estudos Bíblicos
Edificação
Igreja Pedra Viva
Jóias Raras
Minhas Reflexões
Ministério Cristão
Novas de Alegria
Seleções Notáveis
Fale Comigo
Recomende
teste
Minhas Reflexões
Enviar para um amigo | Versão para impressão | Voltar |  Recomendar
Atalhos
Pedro Liasch Filho

Seitas e religiões, desconhecendo as Escrituras, costumam criar atalhos para a salvação. O espiritismo inventou o atalho da reencarnação.  O catolicismo instituiu o atalho do purgatório. O islamismo estabeleceu o atalho das boas obras, adotado também por outras religiões, inclusive a católica. Isso não é tudo, muitos evangélicos também estão atalhando pelo caminho de que uma vez salvos, sempre salvos. No entanto, o Reino de Deus, categoricamente não tem atalhos.

A propósito, tornando-se a única religião que se baseia exclusivamente na Palavra de Deus, o cristianismo é uma religião radical. É radical no sentido estrito dessa palavra, ou seja, de raiz, originário, genuíno, completo, que não permite desdobramento, o contrário do meio termo, da condescendência, do conluio, da transigência.

Para Jesus, que foi sempre radical, nãomeio termo. Para ele é sim, sim e não, não; quente ou frio; santidade ou mundanismo; servo de Deus ou servo do diabo; trigo ou joio; salvo ou perdido; luz ou trevas; caminho estreito ou caminho largo; Reino de Deus ou reino das trevas; céu ou inferno.

Dessa forma, Jesus exige que os seus seguidores abandonem os seus próprios caminhos para segui-lo, ou deixem de segui-lo, e permaneçam nos seus próprios caminhos. Isso ficou bem claro, quando ele disse: “Quem não é por mim é contra mim; e quem comigo não ajunta espalha” (Mt 12.30).

Enviar para um amigo | Versão para impressão | Voltar |  Recomendar