Home
Introdução
Artigos
Avivamento
Curiosidades
Estudos Bíblicos
Edificação
Igreja Pedra Viva
Jóias Raras
Minhas Reflexões
Ministério Cristão
Novas de Alegria
Seleções Notáveis
Fale Comigo
Recomende
teste
Edificação
Enviar para um amigo | Versão para impressão | Voltar |  Recomendar
Ele nunca viu um leão nem caçador de leão
Pedro Liasch Filho

 

Conta-se que num restaurante de Londres, um grupo de pessoas inglesas se reuniu para comemorar e falar sobre o fato de haverem estado em outros países, por vários anos, trabalhando em diversas atividades como cidadãos britânicos. Obviamente a conversa girava em torno das diferentes atividades que cada um exercia, bem como das histórias que cada um viveu em seu respectivo país.

Dois daqueles homens, um se chamava Jorge e o outro, Stanley, conversavam numa das mesas quando um deles, o Jorge, perguntou ao Stanley: Em que país você esteve, por quanto tempo e o que fazia ? Este respondeu que estava voltando da Índia, e que era missionário cristão, tendo trabalhado ali durante cinco anos.

Jorge, pensativo, coçando a barba ruiva, disse: Eu também estive na Índia, por mais de cinco anos. Ocorre que, durante tanto tempo, eu nunca vi naquele país nenhum missionário, como também nunca vi algum indiano convertido ao cristianismo.

Havendo notado, pela expressão irônica de Jorge, que a intenção dele era desacreditar o trabalho missionário, ciente de que ele também estivera na Índia durante mais de cinco anos, Stanley lhe perguntou o que fazia na Índia. , meio arrogante, cheio de si, ele disse que durante todo aquele tempo fora caçador de leões, e, sem perder tempo, começou a contar suas proezas.

Stanley, porém, interrompendo-o de pronto, disse-lhe: Como você sabe, eu também estive na Índia durante cinco anos, porém, eu nunca vi sequer um leão, como também não vi nenhum caçador de leão. Evidentemente a conversa acabou, e tiveram que mudar de assunto.

O fato é que o interesse de cada um daqueles cidadãos britânicos estivera em coisas e lugares diferentes, pois, enquanto Jorge se ocupava com os leões, Stanley se preocupava com as almas. Um estava inserido no reino animal, as coisas do mundo, o outro, no Reino de Deus, as coisas espirituais.

Porque onde estiver o vosso tesouro, estará também o vosso coração” (Mt 6.21).

“... Ninguém, que lança mão do arado e olha para trás, é apto para o reino de Deus” (Lc 9.62).

 “... Mas Cristo, como Filho, sobre a sua própria casa; a qual casa somos nós, se tão somente conservarmos firme a confiança e a glória da esperança até ao fim” (Hb 3.6).

“Amarás, pois, ao Senhor teu Deus de todo o teu coração, e de toda a tua alma, e de todo o teu entendimento, e de todas as tuas forças; este é o primeiro mandamento” (Mc 12.30).

Enviar para um amigo | Versão para impressão | Voltar |  Recomendar