Home
Introdução
Artigos
Avivamento
Curiosidades
Estudos Bíblicos
Edificação
Igreja Pedra Viva
Jóias Raras
Minhas Reflexões
Ministério Cristão
Novas de Alegria
Seleções Notáveis
Fale Comigo
Recomende
teste
Edificação
Enviar para um amigo | Versão para impressão | Voltar |  Recomendar
Olhando para o Autor e Consumador da Fé
Pedro Liasch Filho

 

Minha escrita hoje não é boa. Mas antigamente era péssima. Foi quando eu procurei uma escola de caligrafia para aprender a escrever. Lembro-me de que, primeiro, o professor ensinou-me a técnica para escrever cada uma das letras do alfabeto. Depois, para servir de modelo, escreveu apuradamente todas as letras na primeira linha de um caderno, pedindo-me para copiá-las, como exercício.

Então escrevi cuidadosamente cada uma das letras em cada uma das linhas abaixo em toda a página. Terminado o exercício, mostrei-o ao professor que, tendo dado uma simples olhada, disse-me: Está horrível! Olhei para ele admirado, pois na minha opinião o trabalho estava bom.

, mostrando-me o exercício, ele esclareceu: Veja que a sua primeira linha está razoavelmente boa. Mas, a partir da segunda, começou a piorar. A última então está irreconhecível. Tive que concordar. O problema é que para escrever a primeira linha eu olhei atentamente para o modelo do professor. Depois, olhando para o meu próprio modelo, comecei a fazer cópias das minhas próprias letras.

Na verdade eu deixei de olhar para o modelo do mestre e fracassei. Não devemos mirar em exemplos de ninguém. Nem de incrédulos, nem de crentes, nem de muitos pastores, dos quais exigem-se bons testemunhos, mas nem sempre os temos. Lembre-se de que o nosso modelo perfeito é Cristo, cujo poder da esperança está em olharmos sempre e atentamente para Ele. Do contrário declinaremos da nossa plataforma espiritual.

Devemos olhar firmemente para Jesus, o Autor e Consumador da , porque ele, em tudo, foi o nosso maior exemplo. Foi o nosso exemplo como homem de oração. Diz a Bíblia: “Durante os seus dias de vida na terra, Jesus ofereceu orações e súplicas, em alta voz e com lágrimas, àquele que o podia salvar da morte, sendo ouvido por causa da sua reverente submissão” (Hb 5.7).

Ele foi o nosso exemplo de confiança em Deus. Disse ele: “Nele (em Deus) porei a minha confiança” (Hb 2.13). Tornando-se também exemplo de dedicação à vontade de Deus, a quem foi plenamente submisso, disse: “Aba, Pai, tudo te é possível. Afasta de mim este cálice; contudo, não seja o que eu quero, mas sim o que tu queres” (Mc 14.36).

Olhemos, pois, firmemente para Jesus, porque ele foi o nosso exemplo de um servo de Deus perseverante e de vencedor nas tentações e nos sofrimentos, tornando-se ainda a nossa fonte de energia, amor, graça, misericórdia e auxílio. Ele passou por todo tipo de tentação, porém, sem pecado. Assim, aproximemo-nos do trono da graça com toda a confiança, a fim de recebermos misericórdia e encontrarmos graça que nos ajude no momento oportuno (Hb 4.15,16).

Se o cristão preservar o poder da esperança em Cristo, amando-o de alma e coração, e ainda se permanecer com os olhos fitos em Jesus, autor e consumador da nossa (Hb 12.1-2), assim permanecerá firme nas promessas de Jesus.

“... Deixemos todo o embaraço, e o pecado que tão de perto nos rodeia, e corramos com paciência a carreira que nos está proposta, olhando para Jesus, autor e consumador da , o qual, pelo gozo que lhe estava proposto, suportou a cruz, desprezando a afronta, e assentou-se à destra do trono de Deus” (Hb 12.1-2).

“Olharam para ele, e foram iluminados; e os seus rostos não ficaram confundidos” (Sl 34.5).

 “A ti levanto os meus olhos, ó tu que habitas nos céus. Assim como os olhos dos servos atentam para as mãos dos seus senhores, e os olhos da serva para as mãos de sua senhora, assim os nossos olhos atentam para o Senhor nosso Deus, até que tenha piedade de nós” (Sl 123.1, 2).

“... Esquecendo-me das coisas que atrás ficam, e avançando para as que estão diante de mim, prossigo para o alvo, pelo prêmio da soberana vocação de Deus em Cristo Jesus” (Fp 3.13, 14).

Enviar para um amigo | Versão para impressão | Voltar |  Recomendar