Home
Introdução
Artigos
Avivamento
Curiosidades
Estudos Bíblicos
Edificação
Igreja Pedra Viva
Jóias Raras
Minhas Reflexões
Ministério Cristão
Novas de Alegria
Seleções Notáveis
Fale Comigo
Recomende
teste
Edificação
Enviar para um amigo | Versão para impressão | Voltar |  Recomendar
Olhando somente para ele
Pedro Liasch Filho

 

Conta-se que Ciro, rei da Pérsia, numa de suas campanhas venceu e aprisionou um príncipe da Líbia, que, juntamente com a esposa e filhos foi levado à presença do vencedor. Então Ciro lhe perguntou: Que me darás se te conceder a liberdade? Respondendo, o prisioneiro disse que lhe daria a metade do seu reino.

Ciro lhe fez mais uma pergunta: E se eu também der a liberdade a teus filhos? O príncipe respondeu prontamente: Entrego-te, nesse caso, a outra metade do meu reino.

Olhando para os prisioneiros, o monarca fez ainda outra pergunta: Que me darás, então, pela liberdade de tua esposa?

O príncipe, cabisbaixo, percebendo que tinha agido precipitadamente ao oferecer tudo o que tinha por sua liberdade e pela liberdade dos filhos, tendo se esquecido de sua companheira, depois de meditar por um momento declarou com firmeza: Entrego-me a mim mesmo pela liberdade de minha esposa.

O grande rei ficou tão surpreso ao ouvir esta resposta que concedeu liberdade a toda a família sem exigir resgate algum.

Ao regressar a casa, perguntou o príncipe à sua esposa se, durante aquela audiência, não havia reparado na fisionomia serena e altiva do soberano persa. A delicada esposa respondeu: Não olhei absolutamente para nada, pois tinha os meus olhos fixos naquele que estava disposto a dar-se a si mesmo pela minha liberdade.

Adaptado das Lendas do céu e da terra, Malba Tahan, Editora Record, 2001.

Felizes também são os crentes, cujos olhos estejam sempre fixos naquele que não somente estava disposto a entregar-se por nós, mas que de fato se entregou, sacrificando sua vida para nos salvar.

Que a nossa atenção se fixe em Cristo de tal modo que não tenhamos ocasião de olharmos para o mundo, nem para os defeitos dos nossos irmãos. Certo é que se assim o fizermos seremos transformados, como diz Paulo, segundo a imagem de sua glória (2Co 3.18).

 “... Corramos com paciência a carreira que nos está proposta, olhando para Jesus, autor e consumador da , o qual, pelo gozo que lhe estava proposto, suportou a cruz, desprezando a afronta, e assentou-se à destra do trono de Deus” (Hb 12.2).

Enviar para um amigo | Versão para impressão | Voltar |  Recomendar